Seminário debate Educação e Interculturalidade na Amazônia

 

O curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) realiza nos dias 16 e 17 de agosto o V Seminário da Linha de Pesquisa: Saberes Culturais e Educação na Amazônia. O evento ocorrerá na sala de recitais do Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE), em Belém. As inscrições podem ser realizadas presencialmente na secretaria do PPGED ou pelo endereço: http://sistemas.uepa.br/vsls

A quinta edição do evento traz como tema central Educação e Interculturalidade na Amazônia: reinventando práticas e pensamentos. A conferência de abertura será proferida pelo professor doutor Reinaldo Matias Fleuri, docente do Departamento de Estudos Especializados em Educação e do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

Durante os dois dias de programação haverá palestras, mesas redondas, debates, lançamentos de livros e atividades culturais, envolvendo alunos do Mestrado em apresentações como performances poéticas, recitais e músicas.

Para o coordenador da linha de Pesquisa, professor doutor Sérgio Correa, o evento traduz a preocupação que a Uepa vem tendo em debater seu papel enquanto fomentadora de uma educação a partir da realidade amazônica. Os limites e avanços desta prática educativa a partir da linha de pesquisa de Saberes e Educação também estarão na pauta dos debates e reflexões.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

TRADUÇÃO DE LIBRAS

Entre os lançamentos de livros previstos durante o evento está a obra Interpretação de Libras – retextualizando sinalizações de um professor surdo, do docente Ozivan Perdigão Santos, do curso de Letras – Libras da Uepa. A publicação lança um novo olhar sobre a tradução e interpretação de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e é resultado do trabalho de seis intérpretes que assistiram a narrativa do pesquisador feita em Libras.

O texto foi então traduzido para a Língua Portuguesa. “É um gênero da literatura que existe desde a década de 80 em outros países, mas que no Brasil ainda está começando”, explicou Ozivan. A obra é baseada na história real do professor e ator paraense Cleber Couto e tem como objetivo mostrar a interpretação de uma língua visual gestual para outra oral-auditiva.

O lançamento de livros está agendado para às 17h do dia 16 de agosto.

Serviço:

V Seminário da Linha de Pesquisa: Saberes Culturais e Educação na Amazônia
Data: 16 e 17 de agosto
Informações: Secretaria do PPGED ou (91)98051.0543

Texto: Dayane Baía/Tereza Vasconcelos
Fotos: Nailana Thiely

 

Tags: