Exposição provoca reflexões sobre gênero, religião e biodiversidade

 

Reunindo trabalhos de alunos de graduação do curso de Bacharelado em Design da Universidade do Estado do Pará (Uepa), a exposição A Diversidade da vida em adornos se encerra no próximo dia 22 de junho. Disponível para visitação no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) da Uepa, a exposição reúne ornamentos corporais criados com materiais sustentáveis inspirados no dicionário Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT), além de fotografias que revelam imagens de corpo e floresta. O objetivo é proporcionar nos seus visitantes reflexões sobre gênero, religião e biodiversidade.

Alguns dos produtos expostos são frutos de Trabalhos de Conclusão de Curso de egressos do curso de Design da Uepa, outros trabalhos foram desenvolvidos por atuais discente durante a disciplina Materiais e Processos produtivos III onde os alunos têm contato com a técnica ancestral da tecelagem manual, usando fibras vegetais e sementes da nossa biodiversidade. “Todo semestre o curso de Design escolhe uma temática para ser abordada durante as disciplinas e esse semestre a temática escolhida foi a diversidade. Então além da diversidade de gênero, a exposição também trabalha com a diversidade de materiais vegetais que nós temos na região amazônica. Por isso, também temos produtos aqui que foram desenvolvidos durante a disciplina de Design e Artesanato”, explica a professora da Uepa, Núbia Santos, ministrante da disciplina e responsável pela exposição.

Os alunos Emanuely Luz e Leonan Oliveira, estudantes do quinto semestre do curso, utilizaram a técnica de tecelagem manual para desenvolver um adorno corporal. O produto foi feito de lã e tecido de juta e demorou cerca de três semanas para ficar pronto. Para eles, a exposição é uma excelente oportunidade de aprendizado. “Foi muito interessante porque pudemos aprender uma técnica que ainda não tínhamos trabalhado e que a maioria dos alunos não tinha experiência. É muito bom a gente poder colocar em prática o que a gente aprende na teoria e também poder usar a nossa criatividade no processo”, contou Emanuely.

A exposição A Diversidade da vida em adornos teve início no dia 22 de maio e ficará disponível até o dia 22 de junho na Materioteca, localizada na Biblioteca do CCNT da Uepa. A entrada é franca.

 

Texto: Helaine Cavalcante

Foto: Nailana Thiely